• Júlio Palazzo

L-TRIPTOFANO, e o perigo da suplementação inadequada

Com a popularização dos uso de suplementos alimentares como as vitaminas, minerais e aminoácidos cresceu o número de casos de efeitos colaterias e reações adversas com o seu uso inadequado.


👉🏻Casos como nefrocalcinoses e até mesmo casos de calcificações em pericárdio (membrana que envolve o coração), após o uso em excesso de Vitamina D 👉🏻na suposta prevenção ao COVID-19, abriu os olhos na clinica para pessoas que começaram a suplementar em altas doses o aminoácido L-TRIPTOFANO.


🧬Pois como ele participa na formação de um hormônio essencial no tratamento da depressão, a serotonina, o seu uso de forma indiscrimida trouxe a tona o aparecemento de um efeito colateral indesejável…

🚨os " tiques " (podendo se manifestar com movimentos involuntários).


💊Na sua forma de ingestão oral ele pode em seu metabolismo se transformar na quinurenina, substância que está associada ao aparecimento dos tiques.


✔️Com isso é sempre bom lembrar que a suplementação nestes casos, após realizados exames bioquímicos, devem ser feitas de forma injetável💉


Dica:

📌Suplementação sempre de acordo com a necessidade comprovada por exames e com orientação profissional.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo