• Júlio Palazzo

Lítio combate o Alzheimer


O lítio tem efeito protetor contra o Alzheimer. Estudos comprovam que a reposição do lítio diminui a deterioração da memória e das funções cognitivas em pacientes na fase inicial da doença.


Os estudos revelaram que a doença de Alzheimer pode ocorrer por uma alteração na proteína TAU, através de um processo que destrói o esqueleto dos neurônios.


Bem, aí o lítio age inibindo a atividade de uma enzima chamada GSK 3-BETA, que tem ação na proteína TAU, diminuindo assim seu efeito destruidor, modificando a trajetória da doença.

Dr. Júlio Palazzo é médico nutrólogo e atende em Maringá (PR) e São José do Rio Preto (SP)

© 2018 por Dr. Júlio Palazzo